Etiqueta de pneus: entenda como é avaliada a sua eficiência

3 minutos para ler

Os pneus são uma peça fundamental à segurança, ao desempenho e ao conforto dos veículos. Saber escolher o modelo ideal para as suas necessidades, no entanto, pode ser complicado, já que existem inúmeras opções no mercado e suas especificações são confusas para várias pessoas.

A etiqueta de pneus é uma ferramenta que auxilia o consumidor a conhecer as características dessa peça de forma simplificada, facilitando a sua escolha e a avaliação do custo-benefício. E, neste artigo, vamos te explicar tudo que você precisa saber sobre ela! Continue lendo e confira como usar esse importante recurso na hora da compra.

O que é a etiqueta de pneus

Todos os pneus vendidos no Brasil devem ser oferecidos com uma etiqueta afixada, semelhante àquelas presentes em outros produtos, como eletrodomésticos e veículos. Entre outros dados, ela deve conter as medições e as notas do produto, conferidas pelo INMETRO.

Por meio de testes feitos em laboratório, de forma rigorosa, esse órgão avalia a performance do pneu em três critérios-chave, de que falaremos a seguir. O resultado, então, é impresso nas etiquetas e fica exposto junto ao produto, para que os compradores possam consultar nas lojas antes de fechar negócio.

Os critérios de avaliação

Os critérios avaliados em um pneu variam de acordo com a composição e o desenho de cada modelo. São eles:

  • resistência ao rolamento;
  • aderência no piso molhado;
  • nível de ruído produzido durante a rodagem.

Os dois primeiros são classificados em letras de A a G (A sendo a mais alta e G sendo a mais baixa). Já o ruído tem seu valor representado em decibéis e em 3 ondas, em ordem crescente. Uma onda significa até 69 decibéis; duas ondas, de 70 a 72 decibéis; três ondas, valores acima disso.

Além dessa classificação, na etiqueta de pneus você também encontrará o valor exato do ruído produzido por aquele modelo.

Como eles interferem no uso

Uma maior resistência ao rolamento significa mais consumo de combustível e vida útil menor, já que será necessário mais energia para deslocar o veículo, assim como o atrito com o solo será maior. Por isso, uma resistência menor significa uma nota mais alta, ou seja, próxima de A.

Já no caso da aderência, quanto maior for o seu valor melhor será a nota, porque isso significa maior segurança para os ocupantes do veículo em condição de piso molhado.

Quanto ao ruído, obviamente, é preferível que os pneus sejam silenciosos, principalmente em viagens. Os valores mais altos indicam que, provavelmente, o incômodo será maior, então procure escolher os modelos com o menor valor de decibéis.

Em suma: para um usuário médio, o ideal é que se escolha os modelos que possuam as notas mais próximas de A para resistência ao rolamento e aderência em piso molhado, assim como o menor valor de decibéis. Assim você terá pneus mais duráveis, seguros e confortáveis!

Bom, agora que você já sabe como ler os valores na etiqueta de pneus e o que eles representam no uso do seu veículo, que tal receber mais dicas sobre a utilização, o cuidado e a manutenção do seu veículo? Basta assinar a nossa newsletter para receber o melhor conteúdo em primeira mão!

Você também pode gostar

Deixe um comentário